Aterosclerose

por set 15, 20140 Comentários

Definições Gerais

A aterosclerose é uma doença decorrente do acúmulo de lipídeos (gorduras) na parede das artérias. Acarreta modificação da estrutura da parede arterial com calcificações, estenose,  oclusão dos vasos com alteração da função do endotélio ( camada interna, que fica em contato com o sangue), que não consegue manter o equilíbrio necessário dentro da artéria, podendo acarretar formação de placas e trombos.

Atualmente é responsável pela maioria das doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, sendo a principal causa de morte no mundo.

Fatores de Risco

Os principais fatores de risco para esta doença são diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, tabagismo e dislipidemias (alterações no colesterol e/ou triglicérides), além de outros tais como obesidade, sedentarismo, sexo masculino e história familiar.

A doença pode se manifestar de diversas maneiras, com acometimento cerebral nos casos de acidente vascular encefálico, cardíaco na angina e infarto agudo do miocárdio, estenose da artéria renal com nefropatia, aneurismas de aorta e claudicação limitante por doença arterial oclusiva periférica (limitação de fluxo sanguíneo para as extremidades, principalmente as pernas)

Diagnóstico

O diagnóstico deve ser pesquisado sempre que os pacientes, mesmos jovens, apresentarem casos familiares da doença, um ou mais dos fatores de risco citados acima e naqueles que apresentem sinais e/ou sintomas das doenças relatadas.

Tratamento

O tratamento precoce com medidas de prevenção, tais como perda de peso, exercício físico aeróbico diário, controle rigoroso das doenças associadas, cessação do tabagismo, dieta equilibrada e tratamento medicamentoso com estatinas, antiplaquetários quando indicado e tratamento específico das doenças associadas pode controlar o aparecimento e progressão da doença.

As doenças causadas pela aterosclerose apresentaram queda da mortalidade na última década pela divulgação de medidas de prevenção , avanços diagnósticos e terapêuticos porém são graves se não controladas e tratadas adequadamente.

Share This
WhatsApp chat